Popular Posts

Google+

Feed

Seguidores


Filhos do Fim do Mundo é a primeira publicação de Fábio Barreto e essa leitura faz parte da minha cruzada em favor dos novos escritores brasileiros de bons livros.

Eu acompanho alguns dos projetos do Fábio Barreto e admiro muito o trabalho dele quando o assunto é jornalismo cinematográfico, me identifico com diversas de suas opiniões, etc. No demais eu tentei ser totalmente imparcial na leitura.

Mesmo sem conhecer o autor o gênero do livro já seria suficiente pra me cativar. Tenho gostado muito dos títulos que li nos últimos meses que seguem a linha de sobrevivência e muitos desses elementos que me atraem podem ser encontrados no Filhos do Fim do Mundo.

Um dos diferenciais mais notados no livro é a ausência de nomes dos personagens que teria o intuito de não prender a história a um lugar em especifico, assim como não são mencionadas datas dando um caráter atemporal a mesma. Porém, diversos elementos nos dão indicações da localização deixando meio difícil de não reparar nas similaridades com um país em especifico.

Umas das coisas que mais gostei no livro foram as interações humanas, em muitas passagens é possível entender exatamente o sentimento que o autor queria transmitir e é muito fácil simpatizar com os personagens. Eu me identifiquei bastante com o protagonista e consegui entender todas suas decisões durante a jornada, até mesmo as ruins, e isso deixou a história mais verdadeira pra mim.

Do mesmo jeito é possível entender perfeitamente as motivações dos personagens e suas reações ao Evento Zero, que são muito orgânicas e dão peso a narrativa. Outro ponto forte da obra.

A leitura é fluida e prende o leitor, não tem partes monótonas nem explicações desnecessárias. A ação é bem arquitetada, toda história tem um tom cinematográfico bem dinâmico e a carga dramática não é grande ao ponto sobrecarregar a leitura.

Meu único problema com o livro foram uns poucos diálogos que me passaram uma sensação mecânica e impessoal, destoando da construção dos personagens. Diálogos que ficaram um pouco forçados para que certas informações fossem passadas.

O desfecho é magnifico, uma mescla perfeita de tragédia e esperança. Talvez com umas frases de efeito de conteúdo duvidoso, mas ainda assim excelente.

Copyright © (un)Known Reader | Powered by Blogger
Design by Duan Zhiyan | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com